Inscrições Abertas – Formação de Professores em Porto Alegre!

Sat Nam!

Com alegria divulgamos o curso de Formação de Professores em Porto Alegre!

Torne-se um professor de Kundalini Yoga e experimente uma formação no seio de uma sangat aquariana, modelo hoje no mundo.

Local: Porto Alegre, RS
Período: Novembro de 2017 a Dezembro de 2018 – 12 encontros (um final de semana por mês)

KRI Lead Trainer: Dra. Gurusangat Kaur Khalsa
Equipe de professores: Nacional e Internacional
Investimento:
12x de R$ 616,00 (total R$ 7.392,00) ou
R$ 6.653,00 `a vista (10% de desconto)

Informações:
Ravi Tej Kaur: (51) 99947-9740
kundaliniyoga.rs@gmail.com

Wahe Guru!

Discurso da nova turma de professores 2013-2014

Nós, formandos dessa turma de professores de Kundalini Yoga, nesse ano de 2014, em pleno alvorecer da Era de Aquário, queremos iniciar expressando nossa profunda e eterna gratidão, nossa maior reverência e devoção:

1. Ao Guru Nanak, por tudo e por tanto, e pela virtude da humildade

2. Ao Guru Angad, pela obediência

3. Ao Guru Amar Das, pela virtude da igualdade

4. Ao Guru Ram Das, por nos orientar para o serviço

5. Ao Guru Arjan, por nos dar força para o auto-sacrifício

6. Ao Guru Hargobind, pela virtude da justiça

7. Ao Guru Har Rai, pela virtude da misericórdia

8. Ao Guru Har Krishnan, pela virtude da pureza

9. Ao Guru Teg Bahadur, pela calma e pela sutileza

10. Ao Guru Gobind Singh, pela realeza da coragem

11. E ao Siri Guru Granth Sahib, agradecemos pela Verdade

 

Nosso agradecimento especial à Querida Gurusangat, pela honra de nos conceder acesso a todo um tesouro de sabedoria. É uma benção infinita – vinda pelas suas mãos e através de sua inspiração e a dedicação de toda sua vida, aqui nas Minas Gerais, nessa terra que, como diz o poeta, é “onde o mistério do oculto se escondeu” – que nós possamos conhecer as maravilhas da tradição do Kundalini Yoga e a nobreza dessa Corte. Seu Dharma é um sol para todos nós, Gurusangat, e um testemunho vivo de Graça Radical.

Nossa infinita gratidão a cada um daqueles que são e sempre serão nossos Professores de Kundalini Yoga, e que foram nossa inspiração primeira, pois que tocaram nossas vidas de um modo definitivo. Pela força e dignidade de seu exemplo, nos lançaram em busca da fonte dessa mesma luz, dessa mesma sabedoria e nos motivaram à busca da Verdade que, com admiração e reverência, vemos tão clara e radiantemente em vocês.

Aos nossos professores desse curso de formação: Satya Amrit, Satjeet, Sat Kartar, Amrit Dev, Kirn Jot e Siri Sahib,

Que os caminhos de cada um de nós, dessa turma, honrem o legado que vocês nos transmitiram.

Que nossas vidas sejam um modo de expressar a gratidão eterna e ilimitada por todo o serviço, pelo exemplo de compromisso, caráter, calibre, graciosidade e excelência. E agradecemos por todo o generoso amparo e pela vastidão do amor de vocês.

Agradecemos com imenso carinho a todos os nossos convidados aqui presentes, pessoas que são tão “especialmente especiais” em nossas vidas. E agradecemos a todos os nossos familiares, amigos, colegas de trabalho ou estudo, vizinhos. Agradecemos, enfim, a todos os seres humanos e a todos os demais seres que conosco compartilham a aventura de habitar esse tempo, esse espaço, esse cosmos.

 

Para nós formandos – Irmãos e Irmãs em Destino –, esse exato instante é um momento infinito. Aqui, nesse presente, unem-se o portal do finito que nos trouxe até aqui e o portal do infinito, e desconhecido, que abre-se diante de nós.

Em nossas trajetórias passadas, tão únicas e singulares, cada um de nós guarda as lições e uma memória íntima dos quantos escuros e desertos enfrentamos, e sabemos, cada um de nós, dos abismos aos quais descemos – para então retornar.

Retornar não como sobreviventes, mas como Guerreiros, profundamente transformados e portadores de uma nova claridade. Não nos tornamos imunes ao medo, à solidão, à tristeza, à dúvida… Mas conhecemos os recursos para embarcar na carruagem divina que nos eleva.

Ganhando altitude, poderemos sempre recuperar força para assumirmos os desafios, que sempre existirão. E com nosso ampliado espírito de serviço e compromisso, haveremos de abraçar cada desafio com coragem e graça.

Conscientes da transitoriedade desse mundo, nos inclinamos a dedicar nossas vidas ao Nam (Totalidade), Dan (Caridade), Snam (Pureza de conduta), Seva (Serviço) e Simran (Meditação sobre Deus).

Foi dito que “se você toma um passo em direção ao Guru, então o Guru tomará milhares de passos na sua direção”.

A cerimônia de hoje, portanto, é celebração de um encontro. Não um encontro que encerra ou finaliza uma caminhada. Não. Esse encontro, celebrado aqui hoje, reinaugura nossa jornada na trilha da corrente dourada. E sabemos que temos diante de nós uma construção contínua que é, sim, feita de disciplina, de entrega, de serviço, oração e amor.

Não conhecemos o caminho adiante. Mas aprendemos a caminhar e não tememos o desconhecido. E até aqui, estamos juntos e irmanados. Irmãos e Irmãs, quantos serão os véus do mistério que nos fez encontrarmo-nos aqui, na senda desse conhecimento? Possivelmente, nosso convívio já vem de longe e de antes, lá do berço do infinito, quando éramos todos poeira de estrelas.

Que nossas vidas rendam tributo à beleza e à força de cada momento que partilhamos ao longo do curso de formação. Que possamos sempre viver no amor que nos uniu nessa Sangat. Que possamos prosseguir juntos, comprometendo até a medula de cada um dos nossos dez corpos, para assumir a responsabilidade com nosso destino.

Que sigamos nos apoiando e aprendendo juntos – na alegria e na tristeza – mas sempre na radiância! Que possamos, tanto mais e sempre, render nossas cabeças e realizar o Guru dentro de nós e, assim, iluminar o caminho para a heróica travessia daqueles que, com nosso apoio, encontrarão o Guru em si mesmos.

Finalmente, que possamos tornar genuinamente nossas, as palavras de Guru Nanak e, então, dizer:

“Eu pertenço à seita do caminho certo. Minha casta é aquela de fogo e vento. Eu vivo como as árvores e a terra porque como elas, eu resisto a ser cortado ou drenado. Como um rio, eu não ligo se em mim são jogados flores ou pó. Como a madeira de sândalo, eu considero que o viver, em si, é uma fragrância”.

Waheguru Ji Ka Khalsa, Waheguru Ji Ki Fateh

Turma de Formandos – Professores de Kundaliny Yoga

Belo Horizonte, Minas Gerais – 01/06/2014